Cassinos na Bahia? Os possíveis benefícios do jogo para o estado

Cassinos na Bahia

Mesmo que no Brasil os jogos de apostas e cassinos sejam proibidos, muitos empresários já se movimentam para criar novos locais de apostas, principalmente a criação de cassinos na Bahia, se caso for liberado os jogos. Embora a lei proibitiva é datada de 1946, tramita na resort bahia

dos Deputados um projeto que solicita a liberação de todos os tipos de jogos de apostas e a criação de diversos cassinos no território nacional.

A lei que foi assinada pelo presidente da época, Eurico Gaspar, aconselhado por sua esposa, não imaginava que tempos depois surgiria a internet. Principalmente como se vê hoje. Proibida em todo o território nacional, na internet não. Apesar de não ser regulamentada, na internet, os servidores dos sites de apostas e cassinos ficam alojados em outros países cuja liberação é permitida.

Cassinos na Bahia – Um dos melhores lugares para conhecer

Porém, principalmente no Nordeste, os empresários, turistas e funcionários de forma informal do mercado de apostas aguardam ansiosamente que os cassinos na Bahia e outros estados da região sejam liberados. Enquanto esperam, os jogadores utilizam alguns dos mais de 400 sites de apostas e cassinos que investem no país. Porém, mesmo tendo diversas opções de apostas na web, é sempre importante pesquisar antes de realizar o depósito. Para que, assim, o usuário não tenha péssimas experiências com o cenário dos cassinos.

Em um dos parágrafos do projeto, evidencia-se que os estados poderiam receber até dois cassinos. Porém, há espaço para mais. Principalmente os cassinos na Bahia. Esse estado é, sem dúvida, um dos mais atraentes para os investidores e também para os turistas. Devido às suas belezas naturais, grande fluxo de pessoas e a necessidade de geração de empregos, acaba se tornando um ótimo atrativo para todos.

Paraísos naturais dentro do país

Morro de São Paulo, Farol da Barra, Porto Seguro, Costa do Sauipe, entre outros. Esses paradisíacos locais estão localizados no estado Bahia. Agora, imagina se, além desses paraísos, existissem cassinos para os turistas se divertirem ainda mais. Os cassinos na Bahia, de fato, renderiam muito mais em custo benefício do que se tem agora. Além de estar localizado no Nordeste, que facilitaria a vinda de turistas americanos e europeus para a região.

Já existem muitos hotéis e resorts na Bahia. Tudo isso, devido ao grande número de turistas na região. De fato, esses resorts podem ser muito bem adaptados para acoplar os cassinos na Bahia. A cidade de Salvador, capital do estado, também foi sede da Copa do Mundo de 2014. Ou seja, a estrutura modificada para receber eventos de grandes portes é totalmente estruturada para também receber os gigantescos cassinos.

Os brasileiros, por natureza, adoram apostar e jogar. Como no Brasil ainda é proibido, muitos deles visitam países cuja liberação é permitida. Como o caso de Las Vegas, a capital mundial dos cassinos. Só no ano de 2016, mais de 1 milhão de brasileiros visitaram a terra do Tio Sam, sendo que desses mais de 50 mil foram única e exclusivamente para Las Vegas. Agora, imagina essa movimentação toda de turistas nos cassinos na Bahia.

De fato, além de gerar muitos benefícios, a economia do estado e também do país, teria muito mais lucro. Além de um desenvolvimento considerável. O estimulo ao turismo e à economia local levaria também a outros benefícios. Como, por exemplo, o aquecimento da geração de trabalho formal e a arrecadação de impostos. Assim, os recursos também podem ser investidos em outras pastas. Principalmente nas que mais precisam, como saúde, educação e segurança, por exemplo.

Aumento do turismo e arrecadação para a economia

A Bahia, por si só, já é um estado turístico. Além de ter uma história incrível, que se passa muito pela colonização do Brasil, o Estado também já foi palco de muitas histórias. Cerca de 40% do turismo estrangeiro atual é composto por argentinos. Logo depois, os americanos e seguidos pelos chilenos. No ranking nacional de turismo, o estado está na sexta colocação.

Contudo, o potencial turístico do Brasil ainda é mal administrado e explorado. Os principais motivos são a violência, a crise econômica e os desastres naturais. A imagem do Brasil, noticiário estrangeiro, acaba manchada pelas matérias negativas. Ao invés de mostrar praias, cachoeiras ou cidades históricas, o que mais se vê nas TV´s do exterior é sobre violência e a corrupção. Apesar de o mundo estar viajando cada vez mais, o turismo do Brasil teve resultados totalmente ao contrário.

A imagem do país

Entretanto, apesar de ter mais praias do que uma família de cinco gerações seria capaz de conhecer e tendo diversas belezas naturais quanto Miami tem de brasileiro, o país não está nem entre os 40 mais visitados do mundo. Porém, o governo já se situa sobre isso, pois para a economia no geral é um ótimo investidor para os cofres públicos. Um dos principais problemas para o aumento do turismo é, sem dúvida a burocracia.

Por isso que, como vem mostrando, a liberação dos cassinos na Bahia e no país como um todo é de extrema importância para todos. Com a combinação de belezas naturais, luxo dos resorts e a diversão dos cassinos é algo que atrairia muito mais pessoas para a região do que atualmente se tem. Com a criação das casas de jogos, serão criados milhares de empregos. Só em cassinos, há mais de 300 funcionários dispostos a ajudar, aumentará o número de turistas estrangeiros e de outros brasileiros.

O processo burocrático

Apesar de muitos serem adeptos aos jogos, o processo de liberação esbarra nos trâmites burocráticos e em questões morais de diversas pessoas ligadas ao congresso. Porém, como o Brasil é um país de sua maioria composta por pessoas religiosas, a bancada evangélica, como é conhecido os deputados cristãos do congresso, não aceitam que os jogos sejam liberados.

Muitos deles afirmam que traria mais problemas do que soluções para a população no geral. Como o aumento do vício, a lavagem de dinheiro e a formação de quadrilha. Contudo, mesmo com a proibição, o Brasil é hoje um dos países que mais se joga no mundo. O mercado clandestino movimenta cerca de R$ 20 bilhões por ano, sem nenhum controle do governo.

Um dos principais motivos para que muitos clamam pela legalização dos jogos é, justamente, esse. Com a legalização, o governo teria mais autonomia para fiscalizar o que se passa no interior e no exterior dos cassinos. Dessa forma, para poder jogar de forma que não tenha problemas, a melhor maneira é jogar online.

Para saber mais informações sobre essa e outras, acesse o site na aba blog.

$ s comentários em "$ s"